papo.com animalnanatureza

No deserto da Namíbia, esses cavalos selvagens fazem parte de uma das populações de cavalos mais isolados do mundo.

Foto: ibdodane/Flickr

Foto: ibdodane/Flickr

As planícies no leste do deserto da Namíbia, não são o  melhor lugar para se viver.
A terra é árida, o clima seco e quente e a vegetação escassa. Mas é nesse cenário, que vivem aproximadamente 150 cavalos selvagens , formando uma das populações de cavalos mais isolados do mundo e o único rebanho na África.

cavalo5

Existem muitas teorias sobre como esse cavalos chegaram nesse lugar.
Uma delas, é que eles são descendentes de cavalos que as tropas alemãs trouxeram durante a ocupação do sudoeste da África. Durante a Primeira Guerra Mundial, alguns desses cavalos podem ter escapado ou foram deixados para trás quando as tropas partiram em 1915. Eventualmente, os cavalos se reúnem nas planícies de Garub ao redor de um poço, escavado para fornecer água para as locomotivas a vapor na estação ferroviária próxima. Um local de irrigação desenvolveu-se em torno deste poço e Garub tornou-se o local central de residência dos cavalos.

cavalo3

Outro fator que ajudou os cavalos a sobreviver foi a descoberta de diamantes em torno de Kolmanskop, perto da cidade portuária de Lüderitz, em 1908. Os colonos alemães isolaram rapidamente a região, criando uma área restrita de 350 quilômetros quadrados conhecida como Sperrgebiet. Garub está localizado em Sperrgebiet.
Não era permitida a entrada em Sperrgebiet, mantendo longe os caçadores de cavalos , permitindo que os cavalos vivessem livres da interação humana. Nos cem anos seguintes, através do processo de seleção natural,
eles se tornaram uma raça própria, resistentes à seca e ao calor. No verão de quarenta graus, um cavalo do deserto da Namíbia pode ficar sem água por até 30 horas e no inverno,  até 72 horas.

Para seu sustento, comem grama do deserto, complementando sua dieta escassa com pedaços de seu próprio estrume. Surpreendentemente, o esterco de cavalo é uma boa fonte de alimento contendo quase três vezes mais gordura do que a grama seca da área e quase o dobro de proteína. Mas depois de uma boa chuva, quando a grama se torna abundante, o forrageamento se torna menos estressante. Durante estes períodos felizes, os cavalos alimentam-se à noite e permanecem perto do poço, bebendo durante todo o dia. Seus números também aumentam significativamente durante esse período.

Em 1977, quando a empresa de mineração substituiu os motores a vapor por locomotivas a diesel e o bombeamento de água parou, muitos cavalos morreram de desidratação. Em seguida, um funcionário solicitou à empresa de mineração que fornecesse água para os cavalos, e a De Beers instalou um par de tanques de retenção e um bebedouro para os cavalos. Hoje, o poço de Garub é mantido especificamente para os cavalos.

cavalo2

cavalo4

cavalo6

Um censo recente revelou que a  população de gorilas de montanha nas montanhas de Virunga, na África, está crescendo, apesar ….

gorila 1

Pois é, a natureza vai dando as suas respostas. O número de gorilas das montanhas está aumentando, apesar das ameaças de caça furtiva e destruição de seu habitat

A população de gorilas de montanha nas montanhas de Virunga, na África, está crescendo continuamente e são os únicos grandes macacos cujos números são conhecidos que estão em ascensão.

gorila 2

A população desses grandes símios cresceu de 480 em 2010 para 604 em junho de 2016. Acrescente mais algumas centenas de macacos vivendo em habitats dispersos ao sul, e sua população como um todo totaliza mais de 1.000.

gorila3

Pesquisas mostram que o aumento se deve à proteção do Dian Fossey Gorilla Fund e pelas autoridades do parque de Ruanda, Uganda e República Democrática do Congo.

No entanto, com apenas cerca de 1.000 indivíduos remanescentes,
divididos em duas populações separadas, os gorilas da montanha estão sob constante ameaça de caçadores ilegais e continuam sendo um dos animais mais ameaçados do mundo.

gorila5

Para ver mais em  presentes da natureza …

Pelo Brasil, pelo mundo, o link
Árvores, folhagens, cactos, suculentas … O link
Oceanos, belezas e notícias, o link
Papo.com animal – na natureza, os pets, histórias fofas, o link